Ensino de Matemática no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Secundário

Mestrado

Apresentação

Este curso é um Mestrado profissionalizante, que confere a habilitação profissional específica para o ensino da disciplina de Matemática no 3.º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário, de acordo com a legislação portuguesa atual (Decreto-Lei n.º 79/2014). A estrutura curricular contempla quatro áreas de formação: área de docência (Matemática), Didática específica (da Matemática), área Educacional Geral e Iniciação à Prática Educacional, que se concretizam em diversas unidades curriculares a lecionar em quatro semestres, em regime diurno. A Prática de Ensino Supervisionada (PES) decorre em escolas básicas e secundárias, que têm protocolos com a Universidade de Évora, proporcionando ao estudante o contacto real com a prática de ensino. A PES é objeto de um relatório, de natureza investigativa, que é sujeito a aprovação em provas públicas. Este Mestrado oferece uma formação sólida vocacionada para lidar com os atuais desafios curriculares em Matemática, com ênfase no desenvolvimento da literacia matemática e tirando partido das tecnologias digitais.
Unidade Orgânica: Escola de Ciências Sociais
Duração: 4 Semestres/120 ECTS (114 obrigatórios e 6 optativos em UCS)
Língua: Português
Regime: Diurno

Saídas Profissionais

Professor/a de Matemática no 3.º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário.

Condições Específicas de Acesso

I. As condições específicas de ingresso a este mestrado encontram-se regulamentadas pelos pontos 3, 4 e 5 do Artigo 18.º do Decreto-Lei 79/2014, de 14 de maio. Pode candidatar-se a este mestrado: a) quem cumulativamente seja titular de habilitação académica superior a que se referem as alíneas a) a c) do n.º 1 do Artigo 17.º do Decreto-Lei n.º 74/2006 e tenha pelo menos 120 ECTS de formação em Matemática; b) quem reúna as condições a que se refere a alínea d) do n.º 1 do Artigo 17.º do Decreto-Lei n.º 74/2006, e possua pelo menos 120 ECTS de formação em Matemática; c) quem, tendo menos de 120 ECTS de formação em Matemática, possua pelo menos 90 (75% dos requisitos mínimos), devendo obter os restantes ECTS após a matrícula. II. É condição geral de ingresso o domínio oral e escrito da língua portuguesa e o domínio das regras essenciais da argumentação lógica e crítica (c.f. Artigo 17.º do Decreto-Lei n.º 79/2014 de 14 de maio). Esta condição será certificada mediante a combinação da realização de uma prova escrita de língua portuguesa com a realização de uma entrevista. Em ambas o/a candidato/a deverá obter aprovação. A prova escrita e a entrevista são obrigatórias para todos/as, independentemente da sua formação anterior ou da sua situação profissional. A candidatura pode ainda ser efetuada apresentando um certificado de aprovação, emitido por uma outra instituição de ensino superior, na qual o/a candidato/a tenha prestado provas com esta mesma finalidade, considerando as condições previstas no Decreto-Lei 79/2014 de 14 de maio. A realização da prova escrita e da entrevista para aferir o domínio da língua portuguesa terá lugar nos dias 5 de abril (1ª fase), 11 de julho (2ª fase), 8 de setembro (3ª fase), em local e horário a anunciar.

Vias de Acesso e Candidaturas

Estudantes de Países da UE
Vagas Iniciais: 10
Estudantes Internacionais
Vagas Iniciais: 1

Plano de Estudos

Propinas

Valor Anual das Propinas

Estudantes de Países da UE
697.00 €
Estudantes Internacionais
2500.00 €

Comissão de Curso

Horários

Informação não disponível.

Documentos

Contactos

Diretor: Ana Paula Canavarro [apc@uevora.pt]

Gestor Académico: Vitória dos Anjos Bonito Guiomar
Serviços Académicos (atendimento on-line): SAC.ONLINE