Ensino de Matemática no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Secundário

Mestrado

Apresentação

Este curso é um Mestrado profissionalizante, que confere a habilitação profissional específica para o ensino da disciplina de Matemática no 3.º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário, de acordo com a legislação portuguesa atual (Decreto-Lei n.º 79/2014). A estrutura curricular contempla quatro áreas de formação: área de docência (Matemática), Didática específica (da Matemática), área Educacional Geral e Iniciação à Prática Educacional, que se concretizam em diversas unidades curriculares a lecionar em quatro semestres, em regime diurno. A Prática de Ensino Supervisionada (PES) decorre em escolas básicas e secundárias, que têm protocolos com a Universidade de Évora, proporcionando ao estudante o contacto real com a prática de ensino. A PES é objeto de um relatório, de natureza investigativa, que é sujeito a aprovação em provas públicas. Este Mestrado oferece uma formação sólida vocacionada para lidar com os atuais desafios curriculares em Matemática, com ênfase no desenvolvimento da literacia matemática e tirando partido das tecnologias digitais.
Unidade Orgânica: Escola de Ciências Sociais
Duração: 4 Semestres/120 ECTS (114 obrigatórios e 6 optativos em UCS)
Língua: Português
Regime: Diurno

Saídas Profissionais

Professor/a de Matemática no 3.º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário.

Condições Específicas de Acesso

I. As condições específicas de ingresso a este mestrado encontram-se regulamentadas pelos pontos 3, 4 e 5 do Artigo 18.º do Decreto-Lei 79/2014, de 14 de maio. Pode candidatar-se a este mestrado: a) quem cumulativamente seja titular de habilitação académica superior a que se referem as alíneas a) a c) do n.º 1 do Artigo 17.º do Decreto-Lei n.º 74/2006 e tenha pelo menos 120 ECTS de formação em Matemática; b) quem reúna as condições a que se refere a alínea d) do n.º 1 do Artigo 17.º do Decreto-Lei n.º 74/2006, e possua pelo menos 120 ECTS de formação em Matemática; c) quem, tendo menos de 120 ECTS de formação em Matemática, possua pelo menos 90 (75% dos requisitos mínimos), devendo obter os restantes ECTS após a matrícula. II. É condição geral de ingresso o domínio oral e escrito da língua portuguesa e o domínio das regras essenciais da argumentação lógica e crítica (c.f. Artigo 17.º do Decreto-Lei n.º 79/2014 de 14 de maio). Esta condição será certificada mediante a combinação da realização de uma prova escrita de língua portuguesa com a realização de uma entrevista. Em ambas o/a candidato/a deverá obter aprovação. A prova escrita e a entrevista são obrigatórias para todos/as, independentemente da sua formação anterior ou da sua situação profissional. A candidatura pode ainda ser efetuada apresentando um certificado de aprovação, emitido por uma outra instituição de ensino superior, na qual o/a candidato/a tenha prestado provas com esta mesma finalidade, considerando as condições previstas no Decreto-Lei 79/2014 de 14 de maio. A realização da prova escrita e da entrevista para aferir o domínio da língua portuguesa terá lugar nos dias 5 de abril (1ª fase), 11 de julho (2ª fase), 8 de setembro (3ª fase), em local e horário a anunciar.

Vias de Acesso e Candidaturas

Estudantes de Países da UE
Vagas Iniciais: 10
Estudantes Internacionais
Vagas Iniciais: 1

Propinas

Valor Anual das Propinas

Estudantes de Países da UE
697.00 €
Estudantes Internacionais
2500.00 €

Comissão de Curso

Queres uma experiência académica noutra instituição de ensino superior nacional ou internacional?

Conhece os programas, as instituições parceiras onde podes fazer um período de mobilidade.

Horários

Informação não disponível.

Documentos

Contactos

Diretor: António Manuel Águas Borralho [amab@uevora.pt]

Gestor Académico: Vitória dos Anjos Bonito Guiomar
Serviços Académicos (atendimento on-line): SAC.ONLINE