Estudantes Internacionais

Para quem

Podem candidatar-se todos os estudantes que tenham nacionalidade de um país que não pertença à União Europeia e que sejam titulares de:

  • qualificação que dê acesso ao ensino superior no país de origem (diploma ou certificado emitido por uma autoridade competente que ateste a conclusão de ensino secundário ou equivalente legal e aprovação em exames (por exemplo o ENEM no caso do Brasil), ou  
  • diploma do ensino secundário português ou de habilitação legalmente equivalente, atribuída por uma escola secundária ou pelos serviços competentes do Ministério da Educação;

Não são abrangidos por este concurso especial:

  • os candidatos não nacionais de um Estado membro da União Europeia que residam legalmente em Portugal há mais de dois anos, de forma ininterrupta, em 1 de janeiro do ano em que pretendem ingressar no ensino superior; ou
  • os candidatos com dupla nacionalidade, sendo uma delas de um Estado membro da União Europeia;
  • Os que sejam beneficiários, em 1 de janeiro do ano em que pretendem ingressar, de estatuto de igualdade de direitos e deveres atribuído ao abrigo de tratado internacional outorgado entre o Estado Português e o Estado de que são nacionais;
  • Os familiares de portugueses ou de nacionais de um Estado-membro da União Europeia. São considerados familiares os cônjuges ou parceiros em união de facto, e os descendentes ou ascendentes diretos que estejam a cargo de um cidadão da União Europeias.
  • Os estudantes matriculados numa Instituição de Ensino Superior estrangeira que pretendam realizar um período de mobilidade na Universidade de Évora .
  • Os estudantes que requeiram o ingresso no Ensino Superior através dos regimes especiais .

Os estudantes estrangeiros não abrangidos por este concurso, devem candidatar-se através dos concursos para estudantes da União Europeia .

Como candidatar-se

As candidaturas devem ser submetidas online, em formulário próprio, sendo requerido  registo prévio .

1º passo:  Registo aqui .
2º passo:  Preenchimento de formulário de candidatura aqui .

Na candidatura terá de anexar os seguintes documentos  em formato digital:

  • Documento comprovativo da conclusão do ensino secundário e certificado de habilitações conferindo o direito de acesso ao ensino superior, no país em que foi obtido, no qual conste as classificações obtidas em cada uma das disciplinas desse ensino;
  • Documento comprovativo do aproveitamento e respetiva(s) classificação(ões) obtida(s) no âmbito do(s) exame(s) de acesso ao ensino superior, no caso de no país de origem das habilitações, ser exigido a realização de exames de acesso ao ensino superior para além do ensino secundário (ex: ENEM no caso de estudantes do Brasil);
  • Documento comprovativo da conclusão de ensino secundário português ou equivalente legal, assim como o comprovativo das provas de ingresso realizadas no âmbito do Regime Geral de Acesso;
  • Declaração da Instituição que emitiu o certificado de habilitações ou da Embaixada com a média final e a escala de classificação utilizada nessa instituição, identificando a classificação mínima a que corresponde aprovação (caso não conste do certificado de habitações).

A candidatura apenas é analisada após pagamento da taxa de candidatura.

Os candidatos à licenciatura em Música devem inscrever-se previamente e obter aproveitamento na Prova de Aptidão Vocacional Específica (PAVE) , identificando o concurso através do qual pretende candidatar-se e o ramo e instrumento no qual pretende realizar a PAVE, podendo inscrever-se no máximo a 3 ramos/instrumentos. As provas realizam-se nos prazos definidos no Calendário de Candidaturas .

A autenticação dos documentos de candidatura e a apresentação do documento de identificação e visto tem de ser efetuada até 31 de dezembro do ano letivo em que ingressa. As habilitações estrangeiras têm de ser legalizadas pela Embaixada ou Consulado português  no país de origem das habilitações ou mediante aposição da Apostila de Haia .

A informação constante na presente página não dispensa a consulta integral da regulamentação em vigor  sobre esta matéria.

Calendário

1ª Fase  

  • Candidaturas: 27/jan/2020 até 27/mar/2020
  • Resultados: Até 24/abr/2020
  • Matrículas: 24/abr/2020 30/abr/2020
  • Resultados após recolocações e/ou redistribuição de vagas, se aplicável: Até 06/mai/2020
  • Matrículas após recolocações e/ou redistribuição de vagas, se aplicável: 06/mai/2020 12/mai/2020

2ª Fase  

  • Candidaturas: 24/abr/2020 até 03/jul/2020
  • Resultados: Até 24/jul/2020
  • Matrículas: 24jul/2020 até 31/jul/2020
  • Resultados após recolocações e/ou redistribuição de vagas, se aplicável: Até 5/ago/2020
  • Matrículas após recolocações e/ou redistribuição de vagas, se aplicável: 05/ago/2020 até 13/ago/2020

3ª Fase  (Só se podem candidatar à 3ª fase candidatos que já tenham visto ou que estejam já a residir em Portugal)

  • Candidaturas: 24/jul/2020 até 01/set/2020
  • Resultados: Até 16/set/2020
  • Matrículas: 16/set/2020 até 22/set/2020
  • Resultados após recolocações e/ou redistribuição de vagas, se aplicável: Até 25/set/2020
  • Matrículas após recolocações e/ou redistribuição de vagas, se aplicável: 25/set/2020 até 01/out/2020

NOTAS:
- A 2ª fase e a 3ª fase de candidaturas estão sujeitas às vagas sobrantes após colocações, recolocações e redistribuição de vagas nas fases antecedentes. Por conseguinte, pode haver cursos que não abrem 2ª e/ou 3ª fase de candidaturas.

Vagas

Consulte no curso a informação sobre as vagas .

Requisitos de Acesso

Para ingresso num determinado curso na Universidade de Évora, os estudantes internacionais devem demonstrar conhecimentos nas matérias das provas de ingresso  de nível e conteúdo equivalentes aos dos estudantes admitidos através do Concurso Nacional de Acesso, especificadas nos Anexo II e III do Regulamento de Candidaturas de Acesso e Ingresso

É necessária a aprovação nas disciplinas do ensino secundário equivalentes às provas de ingresso exigidas no âmbito do Concurso Nacional de Acesso , para o curso a que se candidata.

Os candidatos que não reúnam as qualificações específicas nos termos acima referidos poderão , mediante decisão do Presidente de Júri, ser sujeitos a frequência e aproveitamento no Curso Preparatório de Ingresso no Ensino Superior ou nas Unidades Curriculares desse curso correspondentes às provas de Ingresso da licenciatura ou mestrado integrado em que pretende ingressar.

Outros requisitos:
As candidaturas aos cursos em que sejam exigidos pré-requisitos  estão condicionadas à satisfação dos mesmos, devendo ser entregue declaração comprovativa nos Serviços Académicos de forma a ser validada a matrícula.

Regulamentos e guias

Contactos

Para mais informações consulte SAC.ONLINE , o  Balcão de Atendimento online dos Serviços Académicos.

Clique aqui  para consultar o horário de atendimento e contactos dos Serviços Académicos.