2023

Administração e Gestão Educacional

Nome: Administração e Gestão Educacional
Cód.: PED11178M
6 ECTS
Duração: 15 semanas/156 horas
Área Científica: Ciências da Educação

Língua(s) de lecionação: Português
Língua(s) de apoio tutorial: Português, Inglês
Regime de Frequência: Presencial

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Objetivos de Aprendizagem

A UC visa contribuir para o estudo da administração e organização educativa, com especial ênfase na análise do sistema educativo e respetivas estruturas, das políticas de educação e da organização escolar, com vista a se atingirem as seguintes finalidades: a) Fomentar o interesse pelo estudo das questões da administração da educação, da organização escolar e de implicações no desenvolvimento da escola e da educação; b) Capacitar para a análise da escola como nível de administração e gestão escolar, assim como de liderança educativa, c) Desenvolver capacidades reflexivas, tendo em conta estruturas, comunidades e atores educativos.

Conteúdos Programáticos

1. Administração e Organização do Estado
2. Sistema educativo, organização e estruturas
2.1. Ideário constitucional e princípios orientadores
2.2. LBSE como referencial do sistema de educação e ensino
2.3. Finalidades da educação escolar e implicações organizacionais e pedagógicas
2.4. Administração educativa, níveis e estruturas orgânicas
3. Administração educacional e distribuição territorial de competências
3.1. Fatores contextuais e equidade socioeducativa
3.2.Descentralização, Territorialização e municipalização da educação
3.3.Quadros normativos de flexibilidade curricular e inclusão
4. Políticas Educativas, autonomia e desenvolvimento da escola
4.1.Organizações escolares e estruturas
4.2.Processos de gestão da escola
4.3.Culturas e climas organizacionais e profissionais
4.4. Lideranças na escola
5.Turma como unidade organizacional de análise
5.1. Organização flexível de agrupamentos de aluno e docentes
5.2. Tamanho, estrutura e composição da turma

Métodos de Ensino

As metodologias de ensino pretendem promover as aprendizagens dos estudantes, envolvendo-os no processo, por forma a desenvolverem as competências preconizadas com autorregulação das suas aprendizagens. As atividades a desenvolver em sala de aula, bem como sob a forma de trabalho autónomo, são constituintes dos processos de ensino, avaliação e aprendizagem, levando os estudantes a uma participação ativa e assim a ocuparem um lugar central nos processos de aprendizagem. Prevê-se a participação de especialistas nas temáticas emergentes, por forma a aprofundar e enriquecer a formação e as respetivas singularidades. As tarefas a desenvolver implicam os estudantes em processos comunicacionais e de trabalho colaborativo, como a pesquisa, desenvolvimento de projetos, análise documental e reflexão, a realizar individualmente e em grupo, em coerência com o preconizado para a docência no quadro da atual legislação que orienta dinâmicas de organização e funcionamento das escolas em Portugal.

Bibliografia

Alves, J. M., Verdasca, J., & Formosinho, J. (2016). Nova organização pedagógica da escola. Caminhos de possibilidades. Fundação Manuel Leão.
- Lima, L. C., & Torres, L. L. (2020). Políticas, dinâmicas e perfis dos agrupamentos de escolas em Portugal. Análise Social, 4(237), 748-774.
- Luna D., Pineda-Alfonso J., García-Pérez F., & Leal da Costa, C. (2022). Teacher training, and professional development in a neoliberal school. Social Sciences, 11, 349-368.
- Santos, A., & Leite, C. (2018). Políticas curriculares em Portugal: fronteiras e tensões entre prescrição, autonomia e flexibilidade, Currículo sem Fronteiras, (18)3, 836-856.
- Torres, L. L., & Lima, L. C. (2017). Formação e investigação em administração educacional em Portugal. Espaço do Currículo, 10(1), 29-48