Escola de Enfermagem da UÉ dinamiza Feira do Emprego

Decorreu no dia 27 de junho a Feira do Emprego, uma iniciativa da Comissão de Curso da Licenciatura de Enfermagem da Escola Superior de Enfermagem de S. João de Deus (ESESJD) da Universidade de Évora que visa proporcionar aos estudantes finalistas uma transição informada do ambiente académico para o mercado de trabalho.

O Curso de Licenciatura em Enfermagem tem uma das procuras mais elevadas no capítulo da empregabilidade, o que motivou a  Comissão de Curso da Licenciatura de Enfermagem da UÉ a criar esta iniciativa para apoiar os estudantes finalistas numa fase de decisão quanto ao futuro das suas carreiras, através da divulgação de redes de contactos profissionais, empregadores e profissionais experientes que podem ter um papel preponderante na criação de oportunidades de emprego e desenvolvimento de carreira.

 Para tal, reuniram-se diversas instituições de saúde e empresas de recrutamento no Auditório da ESESJD, como a Unidade Local de Saúde do Algarve, a Unidade Local de Saúde de Lisboa Ocidental, o Grupo Lusíadas Saúde (Albufeira), a Unidade de Longa Duração e Manutenção de Vila Viçosa, a Unidade Local de Saúde de Santa Maria (Lisboa) e o Instituto do Emprego e Formação Profissional, para dar a conhecer aos estudantes as diversas vias de ingresso no mercado de trabalho.

Para Susana Mendonça, docente do Departamento de Enfermagem da UÉ, “a Feira do Emprego permite divulgar oportunidades de carreira de acordo com as ofertas disponíveis, incluindo instituições com áreas da saúde mais abrangente ou áreas mais específicas, quer a nível público ou privado (hospitais, cuidados de saúde primários, cuidados domiciliares, cuidados paliativos, etc.). Por outro lado, proporciona o encontro dos estudantes com empregadores e empresas de recrutamento, a nível nacional e internacional, através de sessões informativas sobre instituições de saúde, e temas relevantes para os futuros profissionais de enfermagem”. Nesta ação em que os estudantes têm a oportunidade de criar proximidade com as instituições de saúde e empresas de recrutamento, surge a possibilidade de que “esclareçam quaisquer questões sobre o processo de ingresso no mercado de trabalho, desde a procura de emprego até à aceitação de ofertas, incluindo aspetos legais e éticos que são exigidos pelas instituições de saúde para a prática profissional”, destaca Susana Mendonça.

Trata-se de uma medida da Comissão de Curso da Licenciatura de Enfermagem da UÉ que tem como principal objetivo informar os estudantes sobre as expectativas do mercado de trabalho, ajudando-os a se prepararem melhor para a transição do ambiente académico para a prática profissional.

Publicado em 05.07.2024