STUPS: Student Participation Without Borders

Cofinanciado por:
Acrónimo | STUPS
Designação do projeto | STUPS: Participação Estudantil Sem-Fronteiras
Código do projecto | 2019.1.ES01-KA2O3-065945
Objetivo principal | Reforçar a Investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação

Região de intervenção | Europa

Entidade beneficiária |
  • Universidad de Huelva(líder)
  • Dirección de Evaluación y Acreditación de la Agencia Andaluza del Conocimiento(parceiro)
  • European Students Union(parceiro)
  • FH OÖ Management GmbH(parceiro)
  • Universidade de Évora(parceiro)

Data de aprovação | 01-10-2019
Data de inicio | 01-10-2019
Data de conclusão | 31-12-2022

Custo total elegível | 399411 €
Apoio financeiro da União Europeia | Comissão Europeia
Apoio financeiro público nacional/regional |

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

Na origem do Processo de Bolonha realizou-se uma afirmação política sem precedentes sobre a importãncia estratégica da participação dos estudantes no governo dos sistemas e instituições do ensino superior. A participação dos estudantes surgia como um dos princípios do Espaço Europeu do Ensino Superior, sendo entendido simultaneamente como um objetivo político, um valor substancial e um princípio de procedimento. Tal ficou refletido, entre outros, nas Declarações de Praga, em 2001, de Londres, em 2007, e de Yerevan, em 2015.


Apesar disso, a participação estudantil encontra-se atualmente muito aquém dos padrões desejados, e a participação de estudantes de coletivos sub-representados e desfavorecidos é quase inexistente. Para promover a boa governança e a inclusão, esses desafios precisam ser enfrentados imediatamente a nível institucional, nacional e europeu.


Nesse sentido, o objetivo geral do projeto Student Participation Without Borders (STUPS) é definir as bases para uma rede europeia centrada no desenvolvimento de novas práticas de fomento da participação estudantil, enquanto fonte inestimável de inovação social, para fazer frente aos desafios da educação superior. Entre os objetivos específicos destaca-se o aumento do conhecimento, da cooperação, da capacitação e da consciencialização em torno da participação estudantil enquanto motor de uma governação mais eficiente e de um sistema de educação superior e sociedade mais inclusivos.


Os grupos destinatários são os estudantes, os líderes estudantis e os estudantes de coletivos sub-representados e desfavorecidos. Formam também parte dos grupos destinatários os gestores universitários com competências ao nível da participação estudantil, inclusão e igualdade.


Os resultados intelectuais previstos incluem um estudo comparado da participação estudantil na Europa, cartas de direitos dos estudantes, índices de participação estudantil, um guia de novas metodologias de promoção da participação estudantil, dois Massive Open Online Courses sobre participação estudantil e soft skills e planos integrais de fomento da participação estudantil.


Mais informação em www.stupsproject.eu


 


 


At the origin of the Bologna Process an unprecedented political statement was made about the strategic importance of student participation in the governance of higher education systems and institutions. Student participation emerged as one of the principles of the European Higher Education Area, being understood simultaneously as a political objective, a substantial value and a principle of procedure. This was reflected, among others, in the Prague Declarations in 2001, London in 2007 and Yerevan in 2015.


Despite this, student participation is currently far below the desired standards, and the participation of students from underrepresented and disadvantaged groups is almost nonexistent. To promote good governance and inclusion, these challenges need to be addressed immediately at the institutional, national and European level.


In this sense, the general objective of the Student Participation Without Borders (STUPS) project is to define the basis for an European network focused on the development of new practices to foster student participation, as an invaluable source of social innovation, to face the challenges of higher education. Among the specific objectives, there is an increase in knowledge, cooperation, training and awareness around student participation as a driver of more efficient governance and a more inclusive system of higher education and society.


The target groups are students, student leaders and students from underrepresented and disadvantaged groups. Also part of the target groups are university managers with skills in terms of student participation, inclusion and equality.


The expected intellectual results include a comparative study of student participation in Europe, student rights charters, student participation rates, a guide to new methodologies for promoting student participation, two Massive Open Online Courses on student participation and soft skills and comprehensive plans fostering student participation.


More information in www.stupsproject.eu