Poda mecanizada e colheita em contínuo de olivais de variedades portuguesas

Cofinanciado por:
Acrónimo | GO Poda Mecanizada
Designação do projeto | Poda mecanizada e colheita em contínuo de olivais de variedades portuguesas
Código do projecto | PDR2020-101-031893
Objetivo principal | Reforçar a Investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação

Região de intervenção | Alentejo

Entidade beneficiária |
  • Universidade de Évora(líder)
  • Associação dos Olivicultores da Região de Elvas(parceiro)
  • Torre das Figueiras - Sociedade Agrícola, Lda (parceiro)

Data de aprovação | 31-10-2017
Data de inicio | 10-01-2019
Data de conclusão | 31-12-2021
Data de prorrogação | 31-12-2022

Custo total elegível | 322957 €
Apoio financeiro da União Europeia | FEADER - 116411.75 €
Apoio financeiro público nacional/regional |

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

Os objectivos propostos para este Grupo operacional foram os seguintes:

 

Objectivo 1 – Definir uma estratégia de PM com complemento manual que incentive a presença da azeitona na periferia da copa em detrimento do seu interior, para os olivais intensivos regados (OIR) com 5m de compasso;

Nos OIR com compassos mais apertados, concentrar a produção em planos exteriores verticais, conformando a copa em sebe, em vez da forma esférica.

As estratégias de poda acima indicadas contribuirão para que o mastro vibratório da MCCA não tenha de penetrar fundo na copa, concentrando a energia vibratória no exterior onde se concentra a maior produção de azeitona; menos colisões de componentes estruturais da MCCA com as copas e vice-versa. Resultando esperado: aumento do trinómio EDF.

 

Objectivo 2 – Para os olivais superintensivos com variedades portuguesas (VP), encontrar a estratégia de poda, baseada em poda mecânica (PM), que permita controlar a dimensão da copa, mantendo a capacidade produtiva.