Tecnologias Avançadas e Software para a Pedra Natural

Cofinanciado por:
Acrónimo | INOVSTONE 4.0
Designação do projecto | Tecnologias Avançadas e Software para a Pedra Natural
Código do projecto | POCI-01-0247-FEDER-024535
Objetivo principal | Reforçar a Investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação

Região de intervenção | Norte: 26,17%, Centro: 12,43%, Lisboa: 19,18%, Alentejo: 42,22%

Entidade beneficiária |
  • CEI - Companhia de Equipamentos Industriais.(líder)
  • DIAPOR - Diamantes De Portugal S.A.(parceiro)
  • Filstone Comércio de Rochas, S.A.(parceiro)
  • FRAVIZEL - Equipamento Metalomecânicos, Lda(parceiro)
  • FRONTWAVE - Engenharia e Consultadoria, S.A.(parceiro)
  • GRANATUR - Sociedade Europeia de Transformação de Rochas Ornamentais(parceiro)
  • GRANIALPA - Extracção e Comercio de Granitos Lda(parceiro)
  • INOCAM - Soluções de Manufatura Assistida por Computador, Lda(parceiro)
  • INOVOPEDRA - Industria Inovadora de Rochas Ornamentais Lda (parceiro)
  • Instituto de Soldadura e Qualidade(parceiro)
  • Instituto Politécnico de Portalegre(parceiro)
  • Instituto Superior Técnico(parceiro)
  • ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa(parceiro)
  • Joaquim Duarte Urmal & Filhos, lda.(parceiro)
  • MARFILPE - Mármores e Granitos S.A.(parceiro)
  • MARMOCAZI - Industria de Marmores Lda(parceiro)
  • MARMORES GALRÃO - Eduardo Galrão Jorge & Filhos(parceiro)
  • PEDRAMOCA - Sociedade Extrativa de Pedra Lda(parceiro)
  • Solancis S.A.(parceiro)
  • TORRE-ITM - Indústria Transformadora de Mármores(parceiro)
  • Universidade de Évora(parceiro)
  • Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro(parceiro)
  • Universidade Nova de Lisboa - Faculdade de Ciências e Tecnologias(parceiro)
  • ZIPOR - Equipamentos E Tecnologia Industrial, S.A.(parceiro)

Data de aprovação | 23-10-2017
Data de inicio | 01-01-2017
Data de conclusão | 31-12-2019
Data de prorrogação | 31-12-2020

Custo total elegível | 7049165.50 €
Apoio financeiro da União Europeia | FEDER - 4586821.40 €
Apoio financeiro público nacional/regional |

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

Informação do Beneficiário


CÓDIGO DO PROJETO Nº POCI-01-0247-FEDER-024535


Entidade Beneficiária: UNIVERSIDADE DE ÉVORA


Região de Intervenção: Évora


Custo Total Elegível: 868.414,26 €


Apoio Financiamento da União Europeia: 651.310,69 €


Execução: 23% - Atualizado a 30 de junho de 2019


RESUMO DO PROJETO


O Projeto Mobilizador INOVSTONE 4.0 – TECNOLOGIAS AVANÇADAS E SOFTWARE PARA A PEDRA NATURAL, envolve um Consórcio de 24 entidades liderado pela CEI – Companhia de Equipamentos Industriais, constituído por 11 Empresas de Pedra Natural, 7 Empresas Tecnológicas e 6 Entidades do Sistema Científico e Tecnológico.


O Projeto Mobilizador Inovstone 4.0 candidatado em outubro de 2016 ao Aviso nº 10/SI/2016, Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (SI I&DT), Programas Mobilizadores, com nº 24.535, tem como principal objetivo o desenvolvimento de técnicas e tecnologias que reorientem o modelo de operações do Setor das Rochas Ornamentais (RO) para a Indústria 4.0.


Para a prossecução dos objetivos, o Projeto apresenta 9 PPS (Produto, Processo, Serviços), 8 PPS de IDI e 1PPS de Gestão e Promoção.


Cada PPS tem objetivos específicos, mas que em conjunto irão dar resposta ao objetivo geral.


O Projeto conta com um investimento de 7.206.086,16€ e um incentivo não reembolsável de 4.586.821,40€, para um período de três anos, até 2019.


A UNIVERSIDADE DE ÉVORA participa no PPS 1, PPS 2, PPS 3, PPS 4, PPS 5, PPS 6 e PPS 9.


 


OBJECTIVOS


O Inovstone 4.0 – Tecnologias Avançadas e Software para a Pedra Natural é um Projeto Mobilizador do Plano de Ação do Cluster dos Recursos Minerais. Este Projeto surge da necessidade de evidenciar a capacidade dinâmica do Setor das Rochas Ornamentais (RO) e, simultaneamente, reforçar a sua competitividade face ao novo modelo digital de procurement, nomeadamente em contexto Building Information Model (BIM).


Os quatro eixos estruturantes deste projeto são:



  1. A convergência com os objetivos de imposição global do BIM na AEC;

  2. A valorização das RO em contexto de procurement digital BIM (tornar a pedra em smart product);

  3. A convergência das operações de produção para modo da Indústria 4.0 e por fim;

  4. A convergência com a iniciativa global “green building”.


ESTRUTURA DO PROJETO



  • PPS 1 – COCKPIT DO CPS BIM

  • PPS 2 – FERRAMENTAS DE VALOR PARA AS RO

  • PPS 3 - TECNOLOGIAS DE EXTRAÇÃO EM REDE COM SISTEMAS CYBER-FÍSICOS

  • PPS 4 - TECNOLOGIAS DE TRANSFORMAÇÃO DE RO, EM REDE E UTIZANDO SISTEMAS CIBER-FISICOS (CPS)

  • PPS 5 - TECNOLOGIAS DE OPERAÇÕES LOGÍSTICAS EM REDE E UTILIZANDO SISTEMAS CIBER-FÍSICOS (CPS)

  • PPS 6 - TECNOLOGIAS DE TESTE E CONTROLO DE QUALIDADE E COM COCKPIT CPS – LABORATÓRIO

  • PPS 7 - TECNOLOGIAS INTELIGENTES PARA A GESTÃO E UTILIZAÇÃO DE MATERIAIS E PRODUTOS

  • PPS 8 - TECNOLOGIAS AMBIENTAIS

  • PPS 9 - GESTÃO E PROMOÇÃO