ProMira-Desenvolvimento de metodologias com aplicação na Recuperação, Protecção e Gestão das pradarias marinhas e dos sapais do estuário do Mira como suporte vital às actividades de pesca, aquicultura e como viveiro de espécies

Cofinanciado por:
Designação do projeto | ProMira - Desenvolvimento de metodologias com aplicação na Recuperação, proteção e Gestão das pradarias marinhas e dos sapais do estuário do Mira como suporte vital às atividades de pesca, aquicultura e como viveiro de espécies
Código do projecto | 31-03-02-FEP-0006
Objetivo principal |

Região de intervenção |

Entidade beneficiária |

Data de aprovação | 16-09-2013
Data de inicio | 01-10-2013
Data de conclusão | 03-09-2015

Custo total elegível |
Apoio financeiro da União Europeia |
Apoio financeiro público nacional/regional |

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

Este projecto pretende atingir um conjunto de objectivos que nos colocará em condições de estabelecer medidas fundamentadas e bem sustentadas para a Recuperação e Protecção da Flora e Fauna dos ecossistemas com vegetação das zonas costeiras. Os objectivos específicos são:


1)    Conhecer o ambiente físico-químico e perceber quais os factores de risco para as espécies associadas.


2) Investigar e monitorizar sazonalmente a evolução da qualidade fisiológica dos sedimentos e da água do estuário durante o processo de recuperação natural da pradaria marinha Zostera noltii.


 3) Monitorizar o estado ecofisológico das plantas de Zostera durante a recuperação.


4) Investigar as alterações e o padrão de evolução de biodiversidade das comunidades biológicas estruturantes do funcionamento destes ecossistemas que são responsáveis pelo equilíbrio entre os sedimentos a flora e fauna: comunidades microbianas do sedimento, plantas macrófitas e comunidades bentónica (meiofauna e macrofauna) e ictiofauna. 


 5)  Avaliar o impacto da pesca e marisqueiro (predação humana) na recuperação natural do habitat. 


 6)  Integrar os dados obtidos da recuperação dos sedimentos, flora, fauna e impactos da pesca para compreender as bases ecológicas da recuperação de habitats. 


 7)  Elaboração de propostas de metodologias para aplicar na recuperação, protecção e gestão de pradarias marinhas e sapais.


 8)    Sensibilização dos agentes interessados.