Matrículas

Através da matrícula o estudante adquire o estatuto de estudante da Universidade de Évora e o direito de se inscrever em Unidades Curriculares , sendo-lhe atribuído um número de aluno.

A matrícula mantém-se válida até ao final do seu curso, desde que não seja anulada nos termos previstos no Regulamento Académico da Universidade de Évora.

Como efetuar a matrícula

Para efetuar a matrícula online é necessário aceder ao Sistema de Informação da Universidade de Évora - SIIUE:

  • 1º passo  - Aceder ao SIIUE
  • 2º passo  - Utilizar as credenciais da candidatura (se não possuir credenciais, é necessário efetuar  registo de novo utilizador)
  • 3º passo - Após a autenticação, aceda à opção Matrículas 

Os estudantes de Licenciatura ou Mestrados Integrados com pré-requisitos  devem efetuar a matrícula online (exceto os colocados ao abrigo do Concurso Nacional de Acesso em que a matrícula deve ser feita em regime presencial). Contudo, devem obrigatoriamente, após realização da matrícula on-line, apresentar os pré-requisitos  e os seguintes documentos nos SAC (consulte como agendar atendimento ) para poder obter comprovativo de matrícula:

  • documento de identificação
  • visto, no caso de estudantes internacionais
  • documentos originais da obtenção do grau e/ou certificados de habilitações submetidos na candidatura (caso não os tenha submetido autenticados). Os titulares de habilitações obtidas no estrangeiro, os documentos a apresentar devem estar autenticados pelos Serviços Consulares portugueses no país em que obteve as habilitações estrangeiras ou com a aposição da Apostila de Haia  .

No caso de ter sido colocado na Universidade de Évora ao abrigo do Concurso Nacional de Acesso, num curso com pré-requisitos , deverá efetuar a matrícula presencialmente, devendo trazer consigo o impresso do pré-requisito  do respetivo curso.

Após efetuar a matrícula, receberá um e-mail  com informação no qual constará o seu nome de utilizador e palavra-passe, para aceder ao SIIUE  onde deverá efetuar os procedimentos académicos (como por exemplo inscrições, pedido de creditação), nos prazos estabelecidos no Calendário de Procedimentos Académicos e consultar os valores em pagamento e respetivas referências multibanco para pagamentos.

Valores a pagar

Pela matrícula é devido o pagamento de propinas  nos termos previstos no Regulamento de Propinas, bem como a taxa de matrícula e o seguro escolar.

Documentação

No ato da matrícula deve inserir a sua fotografia, para que seja emitido o Cartão de Estudante .

No caso de não ter ingressado pelo CNA, após matrícula, e até 31 de dezembro do ano de ingresso, deverá validar/autenticar os seus documentos, pelo que terá de se deslocar aos Serviços Académicos (mediante agendamento) , fazendo-se acompanhar dos seguintes documentos:

  • documento de identificação
  •  visto no caso de estudantes internacionais
  • documentos originais da obtenção do grau e/ou certificados de habilitações submetidos na candidatura (caso não os tenha submetido autenticados). Os titulares de habilitações obtidas no estrangeiro, os documentos a apresentar devem estar autenticados pelos Serviços Consulares portugueses no país em que obteve as habilitações estrangeiras ou com a aposição da Apostila de Haia  .
  • pré-requisitos , se aplicável ao curso em que se matriculou.

Não será possível obter qualquer certificado enquanto não efetuar a apresentação dos documentos.

Cartão de Estudante

O cartão será pedido automaticamente no ato de matricula, desde que tenha inserido fotografia no ato matrícula, sendo enviada notificação com a data em que o mesmo estará disponível e o local para o obter.
Caso necessite de uma 2.ª via do cartão de estudante, a mesma pode ser requerida através do SIIUE , no perfil de aluno.

Prazos

A matrícula deverá ser realizada, única e exclusivamente, nas datas previstas para o concurso/regime em que ingressa e disponíveis no Calendário de procedimentos académicos , ou em Calendários Académicos .

Quando prescreve a matrícula

Entende-se por prescrição a perda do direito de matrícula e inscrição anual quando o estudante não cumpra critérios mínimos de aproveitamento. Neste caso o estudante fica impedido de se candidatar e inscrever no ciclo de estudos pelo período de dois semestres consecutivos.

Os estudantes ficam sujeitos a prescrição caso não obtenham aproveitamento (não são contabilizáveis os ECTS obtidos por creditação) nas seguintes condições:

  • Aproveitamento a menos de 60 ECTS » Máximo 3 inscrições
  • Aproveitamento a 60 e a menos de 119 ECTS » Máximo 4 inscrições
  • Aproveitamento a 120 e a menos de 179 ECTS » Máximo 5 inscrições
  • Aproveitamento a 180 e a menos de 239 ECT » Máximo 6 inscrições
  • Aproveitamento a 240 e a menos de 359 ECTS » Máximo 8 inscrições

No caso de estudantes de mestrado e doutoramento , o estudante tem de obter aprovação ao total de ECTS do plano de estudos do Mestrado ou do Doutoramento no número máximo de inscrições conforme referido acima (aplica-se contabilizando a 1ª inscrição em 2016/17 ), nomeadamente:

  • Mestrados com 90 a 120 ECTS, máximo 4 anos letivos para conclusão do mestrado
  • Doutoramentos com 180 ECTS, máximo 5 anos letivos para conclusão do doutoramento
  • Doutoramentos com mais de 180 ECTS, máximo 6 anos letivos para conclusão do doutoramento

Informação Complementar

Caso prescreva pode posteriormente candidatar-se a Reingresso  no mesmo curso ou em curso que o suceda, nos prazos estabelecidos anualmente por despacho reitoral.

Como anular a matrícula

A anulação de matrícula é o ato pelo qual o aluno interrompe/suspende os estudos. A anulação de matrícula deve ser feita por requerimento a ser submetido através do GESDOC , não sendo aceite os pedidos de anulação por outras vias (mail, telefone, etc).

Prazos e Valores a pagar

De acordo com o Regulamento de Propinas , se requerer a anulação de matrícula até 31 de outubro não será considerado devedor de propinas desse ano letivo, sendo contudo devedor de taxa de matrícula e seguro escolar.

Caso o pedido de anulação seja efetuado entre 31 de outubro e 31 de dezembro fica devedor apenas das prestações do semestre ímpar. Após 31 de dezembro fica devedor de todas as prestações do ano letivo.

Excecionalmente em 2020/2021, considerando a situação da pandemia e o atraso no início das aulas, o prazo limite para requerer a anulação de matrícula sem ser considerado devedor das propinas do ano letivo 2020/2021 será até 15 de novembro, sendo que se requerer após 15 de novembro e 31 de dezembro será considerado devedor das prestações do semestre ímpar

Informação Complementar

Ao requerer a anulação de matrícula, pode posteriormente candidatar-se a Reingresso  no mesmo curso ou em curso que o suceda, nos prazos estabelecidos anualmente por despacho reitoral, não podendo, contudo, fazê-lo nas seguintes condições :

  • No caso de requerer anulação da matrícula até 31 de outubro no ano letivo em que ingressa, sendo neste caso necessário candidatar-se de novo a ingresso.
  • No caso de requerer anulação após 31 de outubro, não pode no ano letivo subsequente reingressar, pois a lei impõe que haja um ano letivo de interrupção dos estudos para poder ser efetuado o reingresso, podendo, contudo, reingressar posteriormente.
  • No caso do curso em que pretende reingressar não estar acreditado à data do pedido de reingresso.

Regulamentação e Guias

Contactos

Para mais informações consulte SAC.ONLINE , o  Balcão de Atendimento online dos Serviços Académicos.

Clique aqui  para consultar o horário de atendimento e contactos dos Serviços Académicos.