2024

Cartografia Geológica Aplicada à Arqueologia

Nome: Cartografia Geológica Aplicada à Arqueologia
Cód.: GEO13668O
6 ECTS
Duração: 15 semanas/156 horas
Área Científica: Geologia

Língua(s) de lecionação: Português
Língua(s) de apoio tutorial: Português

Apresentação

Análise e interpretação de cartas geológicas

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Objetivos de Aprendizagem

A Unidade curricular tem como principais objetivos:
1. Aprender a construir perfis topográficos e cortes geológicos;
2. Quantificar o grau de precisão relacionado com problemas de escalas e de mudança de
escalas;
3. Aprender a interpretar e a ler corretamente toda a informação fornecida por uma carta
geológica;
4. Adquirir a capacidade de interpretar e descrever com rigor a evolução geodinâmica de uma
região representada numa carta geológica, com recurso a todos os elementos fornecidos pela
carta.
5. Aprender a selecionar a informação geológica potencialmente relevante em estudos
arqueológicos.

Conteúdos Programáticos

Princípios básicos de Cartografia, métodos e principais tipos de mapas. Exemplos de cartas
portuguesas.
A forma da Terra: sistemas de coordenadas, sistemas de projeção e de referenciação, Norte
geográfico, magnético e cartográfico, tipos de escalas, métodos de representação do relevo.
Unidades litológicas e unidades cartográficas. Critérios para a definição de limites geológicos.
Cartas cronoestratigráficas e cartas litoestratigráficas.
Princípios básicos de estratigrafia. Unidades estratigráficas utilizadas nos mapas geológicos.
Subdivisões em sistema, série e andar. Definição de unidade, grupo, formação membro e
camada.
Tipos de contactos entre unidades geológicas e padrões cartográficos associados: contactos
estratigráficos, discordâncias, contactos intrusivos, falhas.
Análise e interpretação de mapas geológicos teóricos e reais. O uso da Notícia Explicativa da
carta.
Realização de uma saída de campo final com vista à aplicação de conceitos adquiridos ao
longo do semestre.

Métodos de Ensino

O ensino será em modalidade b-learning em que os fundamentos SIG são adquiridos através de ferramentas online (moodle) guiadas pelo docente e com recurso a metodologias the gamification. Os exemplos aplicados ao património serão discutidos com os formandos e cada um trabalhará um caso de estudo fornecido e desenvolvido de acordo com os interesses de cada formando.
Avaliação contínua é efetuada através da entrega do relatório de um caso de estudo. Esse relatório deve envolver uma componente de enquadramento teórico e o desenvolvimento prático do caso de estudo.
A avaliação final é feita na forma de exame final e poderá ser efetuada em qualquer das épocas de exame previstas.

Bibliografia

Coe, A.L., Argyles, T., Rothery, D., Spicer, R., (2010) – Geological Field Techniques. Wiley
Blackwell. 336pp.
http://geoportal.lneg.pt/
Maltman, A. (1998) - Geological Maps, John Wiley & Sons, (2nd Edit.)
Spencer, E. W. (2000) - Geologic Maps. A practical guide to the preparation and interpretation
of Geological Maps, Prentice Hall, (2nd Edition)
Rebelo, J. A. (1998) - As Cartas Geológicas ao Serviço do Desenvolvimento. Instituto
Geológico e Mineiro, publicação integrada nas comemorações dos 150 anos da criação da 1ª
comissão Geológica.