2024

Conservação de Macroinvertebrados Terrestres

Nome: Conservação de Macroinvertebrados Terrestres
Cód.: BIO12335M
3 ECTS
Duração: 15 semanas/78 horas
Área Científica: Ciências Biológicas

Língua(s) de lecionação: Português
Língua(s) de apoio tutorial: Português

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Objetivos de Aprendizagem

Os estudantes devem adquirir:
1) conhecimentos fundamentais sobre a Biologia da Conservação dos macroinvertebrados Terrestres,
dando especial atenção ao seu papel fundamental no funcionamento dos ecossistema, assim como às
espécies da fauna portuguesa;
2) competências básicas para o estudo científico destes animais, incluindo a observação, experimentação
e monitorização, assim como delinear um plano de trabalho com vista ao estudo científico de uma
população de macroinvertebrados terrestres ou de uma comunidade que inclua este tipo de animais.
Pretende-se também que os estudantes:
1) analisem e discutam artigos científicos;
2) desenvolvam a utilização da língua inglesa no estudo científico dos macroinvertebrados terrestres;
3) comuniquem os resultados dos seus trabalhos através da elaboração de relatórios, escritos ou orais,
sob a forma de artigo, cartaz ou palestra científicos;
4) utilizem a plataforma de ensino on-line (Moodle).

Conteúdos Programáticos

O sucesso evolutivo dos macroinvertebrados terrestres e a sua biodiversidade geral; Passado e presente
da conservação dos macroinvertebrados terrestres; a emergência da biologia da conservação dos
macroinverbrados. Níveis de análise: escala, fragmentação e destruição de habitats, espécies e a sua
conservação; controlo biológico de pragas e a conservação; o valor ético dos macroinvertebrados; planos
de acção: habitats e a sua avaliação.

Métodos de Ensino

O ensino presencial inclui:
1) aulas teóricas, envolvendo também palestras proferidas por especialistas;
2) aulas práticas laboratoriais aplicam-se procedimentos experimentais com vista à melhor compreensão
das matérias teóricas; há também a análise laboratorial de amostras colhidas nos trabalhos de campo;
3) trabalhos de campo, que incluem a realização de campanhas de observação e amostragem de
macroinvertebrados;
4) seminários, em que grupos de estudantes analisarão e discutirão artigos científicos;
5) orientação tutorial, no âmbito da qual os docentes manterão contacto regular com os estudantes,
nomeadamente por via electrónica, disponibilizando-se para esclarecer dúvidas e prestar conselhos sobre
questões científicas e de funcionamento da unidade curricular.
Exame escrito e/ou elaboração de relatório (80%); seminário de análise e discussão de artigos científicos
(20%).

Bibliografia

Samways, M. (2005). Insects Conservation Biology, Chapman & Hall, 355pp.
Eyre, M.D. (2005). Environmental Monitoring, Surveillance and Conservation using Invertebrates, EMS
Publications, 101 pp
Hawksworth D. L. & A. T. Bull (eds.) (2006). Arthropod Diversity and Conservation. Springer, 228pp.
Michael J. Samways, M.J., M. A. McGeoch & T. R. New 2010. Insect Conservation: a Handbook of
Approaches and Methods (Techniques in Ecology & Conservation). Oxford University Press, 280 pp.