2024

Intervenção Psicomotora e Atividade Física Adaptada

Nome: Intervenção Psicomotora e Atividade Física Adaptada
Cód.: DES14062M
6 ECTS
Duração: 15 semanas/156 horas
Área Científica: Educação Especial, Motricidade Humana

Língua(s) de lecionação: Português
Língua(s) de apoio tutorial: Português
Regime de Frequência: Presencial

Apresentação

.

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Objetivos de Aprendizagem

Pretende-se que os alunos conheçam/percebam:
-modelos e contextos de atuação em/da psicomotricidade e atividade física adaptada
-o desenvolvimento das habilidades/capacidades motoras e fatores psicomotores na criança e jovem
-o desenvolvimento das competências grafomotoras na criança
-a relações entre a psicomotricidade e as aprendizagens simbólicas

Pretende-se que os alunos adquiram as seguintes competências/aptidões:
-adaptação de diversas variáveis didático-pedagógicas para promoção da inclusão dos alunos com necessidades específicas em atividades físico-motoras, educação física e desporto escolar
-implementação de atividades para promoção das competências grafomotoras
-implementação de atividades psicomotoras promotoras da aprendizagem
-capacidade de observação e de avaliação da motricidade infantil

Conteúdos Programáticos

1) Fases de desenvolvimento das habilidades motoras: movimentos reflexos e espontâneos; habilidades rudimentares e habilidades fundamentais
2) Modelos de intervenção em psicomotricidade
3) Desenvolvimento das competências grafomotoras
4) Avaliação das competências grafomotoras
5) Estratégias de intervenção nas competências grafomotoras
6) Papel dos fatores psicomotores na literacia e habilidades numéricas
7) Fatores de risco e prevenção de dificuldades de aprendizagem
8) Estratégias de intervenção nas dificuldades de aprendizagem
9) Estratégias de intervenção em atividade física adaptada, incluindo desporto adaptado

Métodos de Ensino

As aulas valorizam a pesquisa de informação e a análise e discussão de documentos de apoio (e.g., textos e vídeos), estimulando o pensamento crítico dos estudantes. As aulas são alinhadas cuidadosamente com os recursos disponibilizados no moodle (muitos deles em formato vídeo e páginas web) de modo a promover a sua autonomia e aprendizagem assíncrona. Serão efetuadas diversas atividades de aplicação/intervenção, incluindo o planeamento de atividades direcionadas a contextos e populações específicas no âmbito da educação especial. A avaliação contínua resulta da média aritmética simples de 3 trabalhos [33.3(3)% por trabalho] de reflexão/aplicação sobre as temáticas desenvolvidas nas aulas. O regime de avaliação final concretiza-se através de um teste final (100%) que incide sobre todos os conteúdos lecionados na UC.

Bibliografia

Boscaini, F. (2006). O Traço Psicomotor. AIFP.

Davis, R. W. (2011). Teaching disability sport: A guide for physical educators. Champaign: Human Kinetics.

Kaiser, M., Soppelsa, R., & Albaret, J. (2013). Aspects développementaux. In M. Albaret, M. Kaiser, & R. Soppelsa, Troubles de l'écriture chez l'enfant (pp. 31-59). Le Boeck.

Marmeleira, J. (2007). Educação física, desporto escolar e necessidades educativas especiais. Livro de actas do IV Encontro Regional de Educação, Aprender no Alentejo Évora, Portugal, pp.133-139.

Marmeleira, J., Laranjo, L., Marques, O., & Pereira, C. (2014). Physical activity patterns in adults who are blind as assessed by accelerometry. Adapted Physical Activity Quarterly, 31(3), 283-296. doi:10.1123/apaq.2013-0039

Staes, L., & Meur, A. (1991). Psicomotricidade - Educação e Reeducação. Editora Manole

Winnick, J., & Porretta, D. L. (2016). Adapted physical education and sport. Champaign: Human Kinetics.