Estudante Internacionais: UÉ preenche totalidade das vagas na 1.ª fase

A Universidade de Évora (UÉ) ocupou 100% das vagas na 1.ª fase do concurso especial de acesso para estudantes internacionais, nos cursos de Licenciatura e Mestrado Integrado. Para já, ascende a 365 o número de novos estudantes estrangeiros nos cursos de licenciatura e mestrado integrado a iniciar a sua formação académica na UÉ já em setembro, verificando-se que o número de candidatos foi, este ano, três vezes superior ao número de vagas disponíveis.

É exatamente este aumento percentual na ordem dos 300% face aos candidatos na primeira fase em 2019 que Ana Costa Freitas, Reitora da UÉ faz questão de sublinhar, considerando estes resultados “fruto de uma estratégia institucional implementada de forma consistente nos últimos anos, estruturada em torno das suas áreas-âncora e transversal aos pilares das instituições de ensino superior: Ensino, Investigação e Transferência de Conhecimento, cuja visibilidade se deve à clara aposta numa sólida estratégia de comunicação.”

"São de facto resultados importantes para nós porque refletem um trabalho constante com efeito visível não apenas no que respeita aos estudantes de Licenciaturas e Mestrados Integrados, mas também ao nível da Formação Avançada”, refere ainda Ana Costa Freitas, adiantando que também o número de candidatos aos cursos de Mestrado e de Doutoramento aumentou, sendo que alguns preencheram já a totalidade das vagas na 1.ª fase, o que se traduz num aumento de candidaturas na ordem dos 56%. No geral e tendo em conta os três ciclos de estudo (Licenciatura e Mestrado Integrado, Mestrado e Doutoramento, são cerca de 1000 os alunos já inscritos em 2021/22.

“É extraordinariamente gratificante verificar o crescente interesse de estudantes europeus e não-europeus em estudar na Universidade de Évora para aqui desenvolverem a sua formação avançada" destaca a Reitora da UÉ, considerando ser "uma prova de confiança e o reconhecimento da qualidade da investigação que aqui é produzida, cujos resultados temos conseguido dar a conhecer”. Mas é ao mesmo tempo, como faz questão de recordar, "um sinal de responsabilidade", destaca, "pelo que temos de corresponder diariamente às naturais expectativas de quem nos confiou o seu futuro e mostrar que somos cada vez mais reconhecidos como uma das Universidades de referência não apenas no nosso país, mas também a nível internacional”.

Recorde-se que a segunda fase de candidaturas para Mestrados e Doutoramentos na Universidade de Évora encontra-se a decorrer até ao dia 02 de julho de 2021 estando sujeitas às vagas sobrantes após colocações e redistribuição nas fases antecedentes.

 

Publicado em 13.05.2021