2023

Gestão da Qualidade em Unidades de Saúde

Nome: Gestão da Qualidade em Unidades de Saúde
Cód.: GES11063O
5 ECTS
Duração: 15 semanas/130 horas
Área Científica: Gestão

Língua(s) de lecionação: Português
Língua(s) de apoio tutorial: Português

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Objetivos de Aprendizagem

OBJECTIVOS:

Com esta unidade curricular pretende-se que os alunos obtenham conhecimentos sobre os conceitos básicos acerca da Gestão da Qualidade, e em particular no setor da saúde, sobre os fundamentos e os requisitos da Gestão da Qualidade; compreendam as vantagens e os fatores críticos da sua implementação; contactem com o processo de avaliação de um sistema de gestão da qualidade; e sejam capazes de desenvolver o planeamento, o controlo e a garantia da qualidade numa organização, recorrendo a ferramentas básicas da melhoria da qualidade.

COMPETÊNCIAS:

- Capacidade de trabalho em equipa, de integrar e liderar equipas;
- Capacidade de crítica e autocrítica com vista à melhoria contínua;
- Capacidade de tomada de decisão e resolução de problemas e aplicar metodologias quantitativas e qualitativas relacionadas relacionados com a implementação da Gestão da Qualidade;
- Capacidade de manuseamento, aplicação e implementação de métodos, de técnicas e de instrumentos de Gestão da Qualidade e, em particular, no setor da saúde.

Conteúdos Programáticos

Módulo 1- Introdução à Gestão da Qualidade
1.1. Impacto da Gestão da Qualidade na vida de uma Organização
1.2. A Gestão da Qualidade Total (TQM) e a melhoria contínua
1.3. Modelos e Ferramentas da Qualidade.

Módulo 2- Qualidade em saúde
2.1.- Componentes e especificidades da Qualidade em saúde
2.2.- Normas padrões e critérios de qualidade em saúde
2.3.- Acreditação em saúde

Módulo 3- Qualidade, Tecnologias da Saúde e Investigação
3.1. Avaliação e qualidade das tecnologias de saúde
3.2. Estudos de satisfação dos stakeholders face à qualidade em saúde
3.3. Estudos de Casos

Métodos de Ensino

Dado o carácter eminentemente prático e instrumental das matérias, será privilegiada uma abordagem operacional, baseada na resolução de casos práticos ligados à temática. Será também analisado um conjunto de documentos relacionados com a temática da Unidade Curricular e efetuados trabalhos individuais e/ou de grupo.

No regime de avaliação mista, a nota final da disciplina resultará da média ponderada de um trabalho individual e/ou de Grupo (com apresentação oral) de pesquisa e de uma Prova Escrita, com as seguintes ponderações: Trabalho individual/Grupo: 65%; Prova Escrita: 35%.

No regime de exame, a nota final da disciplina resultará da média ponderada de um trabalho individual (sem apresentação oral) e de uma prova escrita de Exame, com as seguintes ponderações: Trabalho individual: 50%; Prova escrita de Exame: 50%.

Bibliografia

1. BASU, Ron (2004) Implementing Quality: A Practical Guide to Tools and Techniques, Thomson, London, UK.

2. Departamento da Qualidade na Saúde (2012). Análise das Causas Raiz de Incidentes e de Eventos Adversos. Lisboa: Direcção Geral de saúde - Silva, A. ; Varanda, J, & Nobrega, S.D. (2004). Alquimia da Qualidade na Gestão dos Hospitais. Cascais: Principia.

3. Departamento da Qualidade na saúde, Direção Geral de Saúde (2011). Manual de Acreditação das unidades de saúde: gestão Clinica. Lisboa: Autor. Recuperado de http://www.dgs.pt/ms/8/default.aspx?id=5521 em 31 Janeiro 2013.

4. Donabedian, A. (2003). Na Introduction to Quality Assurance in Health care. Oxford: University Press.

5. EVANS, James R. & William M. Lindsay (2005) The management and Control of Quality, Sixth Edition, Thomson, Singapore.

6. Mezomo. J. C. (2001). Gestão da Qualidade na saúde: Princípios básicos. Barueri: Manole.

7. PIRES, António Ramos (2012), Sistemas de Gestão da Qualidade, Ambiente, Segurança, Responsabilidade Social, Indústria, Serviços, Administração Pública e Educação, Edições Sílabo, Lisboa.

8. SAMPAIO, Paulo e Pedro Manuel Saraiva (2011) Qualidade e as Normas ISO 9000: Mitos, Verdades e Consequências, Verlag Dashöfer, Lisboa, Portugal