2024

Educação para a Saúde

Nome: Educação para a Saúde
Cód.: PED11186M
6 ECTS
Duração: 15 semanas/156 horas
Área Científica: Ciências da Educação

Língua(s) de lecionação: Português
Língua(s) de apoio tutorial: Português

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Objetivos de Aprendizagem

- Adquirir e fortalecer atitudes, comportamentos e estilos de vida saudáveis, reforçando as escolhas positivas para a saúde e promovendo as mudanças dos comportamentos e estilos de vida não saudáveis;
- Defender, fundamentadamente, alterações do meio ambiente que facilitem condições de vida saudáveis e um comportamento saudável, com vista à concretização de um desenvolvimento sustentável;
- Alcançar capacidade para a concetualização e avaliação de programas e de projetos em educação para a saúde, nos domínios individual, familiar, dos grupos de pares, escolar, comunitário/institucional e do meio social/sociedade;
- Desenvolver capacidade de realizar intervenções comunitárias na área da prevenção da doença e da promoção da saúde;
- Capacitar para a realização ou participação em ações de carácter investigativo, na área da educação para a saúde;
- Comunicar conhecimentos, raciocínios, ideias, problemas e soluções a público especialista/não especialista de forma clara e sem ambiguidades.

Conteúdos Programáticos

Módulo I ? Saúde e Educação
Promoção da saúde e educação para a saúde
Comportamentos e estilos de vida
Limites e limitações
Educação para a saúde com crianças e adolescentes
Compromisso social ético
A educação para a saúde nas escolas e agrupamentos
Módulo II ? O modelo ABC
A arquitetura do modelo ABC
Os olhares integral, contextual, transacional e histórica
Módulo III ? Métodos e procedimentos
Técnica de grupo nominal, fórum comunitário e impressões da comunidade
Os métodos de Delphi e Phillips 66
As demonstrações e representação de papéis
Contos e metáforas
O jogo
Módulo IV ? O modelo da potenciação em educação para a saúde
Dar poder para viver e para comunicar
Princípios estratégicos da potenciação
Módulo V - Prevenção tabágica
O problema do tabagismo
Prevenção e controlo do tabagism

Métodos de Ensino

Nas temáticas de natureza teórica, faz-se a exposição das temáticas, apelando aos conhecimentos prévios dos alunos e à transferibilidade para as situações da sua futura realidade profissional. Na componente prática, seguem-se metodologias de pesquisa autónoma e de treino de comunicação, com apresentação de trabalhos ao grupo-turma. Há lugar a uma intervenção comunitária, com forte apelo ao saber-fazer em prevenção tabágica. A avaliação contempla estes três campos: uma prova escrita (conhecimentos) - 50%; avaliação do conteúdo, recurso produzido e comunicação (apresentação oral) - 15%; avaliação pelos pares (intervenção comunitária) - 35%.

Bibliografia

Andrade, M. I. (1995). Educação para a saúde. Lisboa: Texto Editora.
Costa, M., & López, E. (2008). Educación para la salud. Guía práctica para promover estilos de vida saludables. Madrid: Ediciones Pirámide.
Laverack, G. (2008). Promoção de saúde. Poder e empoderamento. Loures: Lusodidáctica.
Loureiro, I., & Miranda, N. (2010). Promover a saúde. Dos fundamentos à acção. Coimbra: Livraria Almedina.
Moreira, P. (2001). Para uma prevenção que previna. Coimbra: Quarteto Editora.
Perea, R. (2004). Educación para la salud. Reto de nuestro tiempo. Madrid: Diaz de Santos.
Perea, R. (Dir.) (2009). Promoción y educación para la salud. Tendencias innovadoras. Madrid: Díaz de Santos.
Rodrigues, M., Pereira, A., & Barroso, T. (2005). Educação para a saúde. Formação pedagógica de educadores de saúde. Coimbra: Formasau.
Russel, N. (1996). Manual de educação para a saúde. Lisboa: Direcção-Geral da Saúde.

Equipa Docente (2023/2024 )