Divisão de Planeamento, Construção e Conservação (STEC)

A Divisão de Planeamento, Projectos e Obras inclui o Gabinete de Planeamento e Projectos e o Sector de Obras  e Fiscalização

Documentos

Equipa

Funcionários

Competências

Regulamento dos STEC – Despacho nº 4303/2016 (2ª série) de 28 de março

A Divisão tem por missão planear o desenvolvimento das infraestruturas físicas da Universidade.

(Fonte: Artigo 3º, nº 1 dos Regulamentos dos Serviços Técnicos da UÉ)

Desenvolver o planeamento, assegurar ou acompanhar a construção e garantir a manutenção dos edifícios e espaços nas áreas da arquitetura e da construção civil.
Garantir a manutenção e melhoria da qualidade (conforto + funcionalidade + estética) dos recursos físicos (espaços) da Universidade de Évora, nas áreas da arquitetura, fiscalização e construção civil.

(Fonte: Focus Group)

1. Apoiar a elaboração de planos de desenvolvimento e candidaturas a projetos de investimento 2. Elaborar e coordenar programas preliminares e pequenos projetos de arquitetura e coordenar projetos das especialidades
3. Acompanhar e analisar projetos de arquitetura executados por entidades externas
4. Acompanhar obras executadas por entidades externas
5. Fiscalizar obras de pequenas dimensões
6. Apoiar ao nível técnico os Serviços de Ação Social
7. Realizar obras de manutenção e conservação de construção civil nos edifícios e espaços
8. Prestar serviços de consultoria às restantes Unidades da UÉ, nos domínios da arquitetura e construção civil

(Fonte: Artigo 3º, nº 1 dos Regulamentos dos Serviços Técnicos da UÉ)

Perfis Gerais das Pessoas para os Requisitos e Competências/Atribuições

Competências pessoais

1. Criatividade; sentido estético;
2. Sentido de harmonia, que engloba uma visão de pormenor e uma visão de conjunto;
3. Gestão do tempo e dos recursos. Definição de prioridades;
4. Gestão do stress e capacidade de integração de imprevistos;
5. Capacidade de diagnóstico dos problemas que originam anomalias;
6. Capacidade de hierarquizar soluções de acordo com relação qualidade / preço;
7. Espírito de equipa, relacionamento interpessoal, autonomia.
8. Proatividade

Competências técnicas

1. Conhecimento diversificado e atualizado de materiais e técnicas de construção;
2. Conhecimento da legislação aplicável à arquitetura e construção;
3. Capacidade para executar atividades e tarefas de forma crítica e de sugerir novas práticas de trabalho, com vista ao aumento da qualidade do serviço prestado;

(Fonte: Entrevista individual)

Esta informação ainda não incorpora o contributo dos trabalhadores, indicados pelos superiores hierárquicos, que participaram nas sessões realizadas pelo grupo de trabalho nomeado pelo Despacho nº 42/2016, de 16 de maio.