Gabinete de Apoio à Cooperação e Mobilidade

Ao Gabinete de Apoio à Cooperação e Mobilidade competem as seguintes funções:

  • Apoiar o processo de elaboração, estabelecimento e assinatura de protocolos de cooperação interinstitucional nos vários domínios de atuação;
  • Apoiar as atividades decorrentes da participação da Universidade em redes nacionais e internacionais de cooperação científica, tecnológica e artística;
  • Procurar e divulgar programas, centros de mobilidade e informação, redes, protocolos, convénios e acordos de cooperação, cursos de verão e outros, que permitam a promoção e se possível o financiamento, do intercâmbio, parcerias e atividades que possam ser consideradas de interesse para a Universidade de Évora;
  • Apoiar a elaboração do processo de mobilidade de estudantes graduados e de pessoal docente e não docente de e para a Universidade de Évora, integrados em um qualquer programa, projeto ou convénio, de mobilidade nacional ou internacional;
  • Elaborar propostas de candidatura a projetos de cooperação e de mobilidade nacional e internacional;
  • Propor a captação de recursos financeiros para as atividades de cooperação e mobilidade.

 

Contactos
Morada:
Gabinete de Apoio à Cooperação e Mobilidade
Serviços de Ciência e Cooperação
Universidade de Évora
Largo Srª. da Natividade 7000-810 Évora
Documentos

Equipa

Funcionários

Competências

Regulamento dos SCC – Ordem de serviço nº7/2017 de 6 abril de 2017 Despacho nº 6689/2017 (2ª série), de 3 de agosto

Os Serviços de Ciência e Cooperação constituem um serviço integrado da Universidade de Évora e exercem as suas competências nos domínios do apoio a investigação científica e cooperação e mobilidade internacional.

(Fonte: Artigo 76º, nº 1 dos Estatutos da Universidade de Évora e Artigo 1º, nº 2 do Regulamento dos Serviços de Ciência e Cooperação da UÉ)

Os Serviços de Ciência e Cooperação prestam apoio à comunidade académica nos domínios da investigação científica e da cooperação.

Gabinete de Apoio à Cooperação e Mobilidade
Incentivar e apoiar a política de internacionalização da Universidade de Évora, através de uma relação inteligente orientada para a cooperação e mobilidade académica docente e discente.

(Fonte: Entrevista individual)

Constituído por um gabinete, dividido em três áreas: alunos in; alunos out e cooperação, diferenciando o apoio à mobilidade e o apoio às relações internacionais.

a) Apoiar o processo de elaboração, estabelecimento e assinatura de protocolos de cooperação interinstitucional nos vários domínios de atuação;
b) Apoiar as atividades decorrentes da participação da Universidade em redes nacionais e internacionais de cooperação científica, tecnológica e artística;
c) Procurar e divulgar programas, centros de mobilidade e informação, redes, protocolos, convénios e acordos de cooperação, cursos de verão e outros, que permitam a promoção, e se possível o financiamento, do intercâmbio, parcerias e atividades que possam ser consideradas de interesse para a Universidade de Évora;
d) Apoiar a elaboração do processo de mobilidade de estudantes graduados e de pessoal docente e não docente de e para a Universidade de Évora, integrados em um qualquer programa, projeto ou convénio de mobilidade nacional ou internacional;
e) Elaborar propostas de candidatura a projetos de cooperação e de mobilidade nacional e internacional;
f) Propor a captação de recursos financeiros para as atividades de cooperação e mobilidade.

(Fonte: Artigo 4º do Regulamento dos Serviços de Ciência e Cooperação UÉ)

Perfis Gerais das Pessoas para os Requisitos e Competências/Atribuições

Competências Pessoais

1. Espírito de iniciativa
2. Autonomia
3. Capacidade de comunicação
4. Proatividade
5. Criatividade
6. Gerir conflitos
7. Fluência verbal
8. Adaptabilidade e postura
9. Capacidade de decisão
10. Capacidade de análise critica
11. Tolerância à pressão
12. Trabalho de equipa
13. Capacidade de relacionamento interpessoal
14. Responsabilidade
15. Orientação para resultados;
16. Planeamento e organização do trabalho
17. Adaptação e melhoria continua
18. Inovação e qualidade

Competências Técnicas

1. Recolha e tratamento de informação sobre programas ou iniciativas de cooperação e intercâmbio;
2. Apoio técnico e administrativo-financeiro a candidaturas a projetos de cooperação e de mobilidade;
3. Coordenação e apoio de ações de cooperação e intercâmbio;
4. Relacionamento, cooperação e comunicação com parceiros e outros "stakeholders" nacionais e internacionais;
5. Promoção e apoio na realização de eventos de divulgação de atividades de cooperação e de mobilidade nacional e internacional.
6. Conhecimentos linguísticos (inglês, francês, espanhol e/ou alemão)
7. Conhecimentos informáticos (GESDOC, SIIUE, formulários eletrónicos, plataformas de gestão de mobilidade e bases de dados)
8. Formação superior
9. Conhecimentos de contabilidade e finanças
10. Boa capacidade de expressão oral e escrita

(Fonte: Entrevista individual)

Esta informação ainda não incorpora o contributo dos trabalhadores, indicados pelos superiores hierárquicos, que participaram nas sessões realizadas pelo grupo de trabalho nomeado pelo Despacho nº 42/2016, de 16 de maio.